Arquivo da tag: livroseafins

O cheiro do livro

Livro novo, livro velho, adoro cheiro de livro. Minha explicação, é sentimental. Esta é química:

 

por que livros velhos cheiram bem Por que livros velhos cheiram bem livros divertidos

Você já deve ter reparado que livros velhos tem um cheiro característico, não poucas vezes, agradável.

Isso se deve à lignina ou lenhina.

A lignina ou lenhina é uma macromolécula tridimensional amorfa encontrada nas plantas terrestres, associada à celulose na parede celular cuja função é de conferir rigidez, impermeabilidade e resistência a ataques microbiológicos e mecânicos aos tecidos vegetais.

Deu pra sacar que ela, embora já esteja presente nos vegetais, ajuda a proteger o papel de que os livros são feitos, certo?

Acontece que esse composto, a lenhina, é muito semelhante à vanilina, a substância que dá a, digamos assim, baunilhice da baunilha.

E todo o mundo sabe como a baunilha é cheirosa.

Ainda mais se você tem uma namorada que use aquele creme da Victoria’s Secret com essa fragrância…

Bem, voltando ao assunto…

Depois de algum tempo, tempo o suficiente para um livro ser considerado velho, a molécula da lenhina “se quebra” e libera o odor característico. Por isso, sebos e bibliotecas cheiram de modo tão agradável (desde que os responsáveis tirem o pó, evitem o mofo e limpem o lugar de vez em quando, claro).

Ainda assim, continuo a preferir garotas com cheiro de baunilha ou com outros olores mais agradáveis do que o cheiro dos livros, por melhor que alguns epistemofílicos insistam em dizer que eles exalem.

Por que os papéis amarelam

A legnina ou lenhina também é a explicação:

Um dos principais objetivos da fabricação de papel é reduzir o conteúdo de lignina na madeira a fim de produzir a massa de papel. Papéis com teor ainda alto de lignina (ela faz parte de 1/3 a 1/4 da massa da madeira), como o usado para papelão e jornal ficam amarelados facilmente devido a degradação desta com o ar. Assim, a lignina deve ser quase totalmente extraída antes do branqueamento do papel. Para isso, usam-se processos mecânicos e químicos, como por exemplo o processo Kraft.

Talvez por isso, os livros novos não tendam a cheirar tão bem quanto os livros antigos com o passar do tempo: eles tem menos lenhina.

(via)

 

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Na Biblioteca

Sobre a homofobia e a cultura

Expressão da ignorância: homofobia e semianalfabetismo

Que dizer?

Deixe um comentário

Arquivado em Coisas sobre informação, Ensino, Tempos obscuros

Dante e o inferno, quer dizer, a internet

 

dante A divina internet de Dante arte arquitetura

Achei este post do Livros e afins , mas veio por aqui ó: No Cats On The Blog, via Buzz da Lady Rasta.

Deixe um comentário

Arquivado em Coisas sobre informação, Tempos obscuros

Um dia frio, um bom lugar para ler um livro…

libr Uma livraria em uma igreja de 800 anos bibliotecas

 

Uma livraria holandesa.

Veja mais fotos no blog The Cool Hunter, essa aqui eu vi no Livros e afins.

Deixe um comentário

Arquivado em Na Biblioteca

A principal escritora latino-americana de prosa do século

Adivinhem de quem  eu estou falando? Óbvio. Clarice Lispector.

Li a nota abaixo e já estou pensando na maneira de adquirí-los!!!

Livros de Clarice Lispector chegam às livrarias dos norte americanas

Agência Estado

Redação Folha Vitória

São Paulo – É o momento Clarice Lispector – quinta-feira, as livrarias dos Estados Unidos começam a receber quatro livros (“Perto do Coração Selvagem”, “Água Viva”, “A Paixão Segundo G. H.” e “Um Sopro de Vida”) da grande escritora traduzidos para o inglês, todos pela editora New Directions, que já lançou no ano passado “A Hora da Estrela”. O fato repercutiu na imprensa, com o jornal “Los Angeles Times” citando a frase de um antigo tradutor de Clarice (1920-1977), Gregory Rabassa, que comparava a autora brasileira a Marlene Dietrich (no traço físico) e a Virginia Woolf (no traço estilístico).

“A maneira chocante com que fala dos grandes temas é a característica de sua prosa que mais desperta atenção do leitor americano”, acredita Benjamin Moser, organizador dos lançamentos e grande divulgador da prosa clariciana entre seus conterrâneos, especialmente depois de publicada a tradução em inglês de sua biografia “Clarice”, lançada em 2009 pela Cosac Naify. “São assuntos que, no nosso dia a dia, não temos coragem de enfrentar – a vida, a morte, o Deus – e que são os grandes temas universais, independentemente de detalhes superficiais, como a nacionalidade do leitor.”

Os quatro volumes chegam com um delicado projeto gráfico: juntas, as capas reproduzem uma foto de Clarice jovem. E, em um canto, são reproduzidos elogios de personalidades literárias como Jonathan Franzen (“Uma escritora verdadeiramente notável”), Orhan Pamuk (“Uma das mais misteriosas autoras do século 20”) e Colm Toíbín (“Um dos gênios ocultos do século 20”), além de uma citação do jornal “The New York Times” (“A principal escritora latino-americana de prosa do século”).

Moser, que descobriu a escrita de Clarice na universidade, durante um curso sobre literatura brasileira em que se estudou “A Hora da Estrela”, enriqueceu ainda a nova fornada de volumes com prólogos diversos, como o assinado por Caetano Veloso para “Perto do Coração Selvagem” e um surpreendente texto de cineasta Pedro Almodóvar que, ao recusar o convite de Moser para escrever sobre “Um Sopro de Vida”, acaba tecendo vários elogios à autora.

No Brasil, os livros de Clarice são um dos bens mais preciosos do catálogo da editora Rocco, que prepara vários lançamentos a partir do segundo semestre. Em outubro, por exemplo, deve sair a coletânea “Clarice na Cabeceira – Jornalismo”, que vai reunir textos publicados na imprensa ao longo de quase quatro décadas. Também a obra infanto-juvenil da escritora vai ganhar nova edição, com um projeto gráfico reformulado e volumes em capa dura. Os primeiros serão “A Vida Íntima de Laura”, ilustrado por Odilon Moraes, e “A Mulher Que Matou os Peixes”, por Renato Moriconi. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Via: Livros e Afins

Deixe um comentário

Arquivado em Amei!!!!!, Literatura

Livro na cabeça


Campanha para venda de vale- livros, em Londres. O mote é: cada leitor tem um livro diferente na cabeça.

Via: Livros e Afins

Deixe um comentário

Arquivado em Amei!!!!!, Literatura

Leitura ajuda a melhorar a memória!

 


A neurologista Loreta de Moraes Napp recomenda leitura para seus pacientes saudáveis e que desejam melhorar a memória.

[para] quem (…) quer ter um cérebro saudável, eu recomendo ler. Esse é o melhor exercício que alguém pode fazer com o cérebro. O uso constante da memória a estimula. É como um músculo: quanto mais se usa, melhor funciona. Mas não se deve fazer um uso abusivo da memória. Na hora de dormir, devemos descansar. Cada coisa tem seu momento.

Para ler a entrevista completa cedida ao jornal Zero Hora, clique aqui: Entrevista Loreta Moraes Napp.

Vi no Livros e afins

Deixe um comentário

Arquivado em Amei!!!!!, Coisas sobre informação, Ensino, Literatura

Livros para fritar sua mente

Em tempos de polêmicas importantes como: houve sexo no BBB…?

A lista , como no original, está em inglês, mas google translate está aqui para isso:

Obs 1 – A indicação foi do , sempre ótimo, Livros e Afins

Obs 2 – Os livros destacados em vermelho, eu já li e recomendo ainda mais…

Deixe um comentário

Arquivado em Amei!!!!!, Literatura, Na Biblioteca, Tempos obscuros

Marcador de páginas

[Achei ótimo!]

 


Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Na Biblioteca

12 dicas que para adquirir ou melhorar seus hábitos de leitura

O ano está terminando e este fim de semana estive pensando em minhas leituras de 2011.

Li os livros mais diversos, e todos, por escolha própria, com o único critério da vontade.

Esse para mim é o melhor combustível.

Como este ano estive fora do meio acadêmico não tive nenhuma obrigação com nada, e escolhi de maneira muito aleatória os livros.

Pensando nisso, lembrei de um post do Livros e Afins que achei muito bacana, para quem quer adquirir ou melhorar hábitos de leitura. Com ênfase na dica sobre a saúde dos olhos, após este post procurei o oftalmologista, e agora de óculos leio em high definition e por muito mais tempo sem cansar. Ei-lo:

12 dicas que facilitam seu hábito de leitura

  • Em primeiro lugar, busque o prazer de ler: ainda que seja uma leitura densa, dolorosa e triste, há prazer em compartilhar esses sentimentos todos em comunhão artística com o autor e os outros leitores. Descubra como ter a leitura como objetivo e manter o seu prazer.
  • Tenha sempre um livro consigo: sempre surge a oportunidade de avançar na leitura de um livro, seja na fila do banco, no ônibus ou em algum outro momento inesperado. Atenção: não vá se tornar uma pessoa anti-social. Às vezes uma boa conversa pode ser melhor para passar o tempo. Para esse item, prefira livros pequenos, fáceis de carregar.
  • Cuide de seus olhos: a não ser que você já domine o braille, vai preferir manter seus olhos em ótimo funcionamento. Esteja atento e faça exames periodicamente. Se precisar usar óculos, use. Fique bem informado sobre seus olhos.
  • Tenha meios alternativos de leitura: a tecnologia fornece diversas alternativas para atualizar as leituras. Ler na tela do computador pode ser desconfortável, mas já existem formas de ler bons livros, um pouco de cada vez, recebendo pequenos trechos de cinco minutos por em seu email diariamente. Você sabia que até mesmo em seu celular você pode ler livros?
  • Aperfeiçoe a sua leitura: de que adianta ler se você mal lembra da história um mês depois? Para ler um livro velho como se fosse novo? Bem, a idéia não é má e reler um bom livro sempre é bom, mas se você quer reter mais de tudo aquilo que lê, escolha uma maneira de fazer isso.
  • Aprenda de uma vez por todas como funciona um agregador de feeds: vamos assumir que, se você está lendo este artigo, você lê blogs. Se lê blogs e ainda não sabe usar um agregador de feeds está muito atrasado e está perdendo tempo ao ter sempre que acessar os seus sites preferidos para saber se eles já foram atualizados ou não. Possivelmente, está perdendo até mesmo textos interessantes. E, muito provavelmente, de blogs que falam de livros, literatura ou que fazem literatura propriamente dita. Aprenda de uma vez a utilizar um agregador de feeds.
  • Prefira livrarias com bom atendentes: nem sempre os vendedores de livrarias são as melhores pessoas para indicar livros, mas sempre há aquele profissional que se destaca. É aquele que conhece seus gostos e sabe indicar de forma certeira um livro de que você vai gostar. Ou ao menos lhe avisar quando aquela edição que você tanto espera chegou na loja. Em geral, essas pessoas estão nos sebos. Mas há também livrarias com profissionais assim como, em Curitiba, a do Chain e a, infelizmente fechada, do Eleotério.