Paulo Mendes de Campos no Túmulo de Baudelaire

“O Túmulo de Baudelaire, os seios das moças :é nesses ângulos que se vixa o olhar de Paulo Mendes de Campos, aos 27 anos , na Paris de 1949, como escreve ao amigo Otto LAra Resende.”

A carta foi publicada na revista serrote de outubro,  pelo Instituto Moreira Salles, que agora guarda o acervo do cronista.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s